Ilha Deception, Base Antárctica Espanhola Gabriel de Castilla
09 de Janeiro de 2011

Estou na ilha Deception desde 31 de Dezembro. O tempo até agora foi passado em actividade frenética, de maneira a conseguirmos levar a cabo todas as tarefas planeadas para esta campanha. Na Base Antárctica Espanhol Gabriel de Castilla estou eu e o James Bockheim, da Universidade de Wisconsin-Madison. Na Base Argentina Decepción, localizada cerca de 2 km para
norte, estão o Marc Oliva, o Ivo Bernardo, o Gabriel Goyanes, o Alberto Caselli e o Horácio Tassone, todos membros do projecto PERMANTAR-2. Infelizmente, devido ao ritmo das actividades e ao facto de ter tido necessidade de enviar alguns trabalhos pendentes para Portugal, que fui terminando nos escassos tempos livres, não consegui actualizar devidamente este diário. A partir de hoje, a actualização será diária e explicarei o tipo e objectivos das actividades em curso.

Nesta fase inicial os trabalhos do projecto, que opto por ilustrar com uma fotografia representativa de cada dia, têm sido os seguintes:

- Reconhecimento geomorfológico de áreas da ilha que ainda não conheciamos, com o objectivo de identificar aspectos particulares da dinâmica geomorfológica actual, bem como novos locais de estudo e de amostragem de solos;
- Substituição de sensores de temperaturas do solo, ar e neve;
- Monitorização usando estação total de processos erosivos actuais;
- Caracterização e amostragem de solos.

Para além dos trabalhos diários, que têm sido muito intensivos, têm havido várias festas, pois apanhámos aqui a Passagem de Ano e o Dia de Reis, muito celebrado em Espanha. Têm sido momentos muito divertidos e que serviram também para aproximar os membros da campanha e, também das duas bases. No dia de Reis, fomos todos à base Argentina para um monumental assado e para uma futebolada, que a Argentina ganhou. O Ivo defendeu as balizas argentinas e é já considerado herói da base... nesse dia, estava de serviço de limpeza na base espanhola com o Jim e só pude jogar os últimos 3 minutos...o que foi uma sorte para a Argentina, caso contrário, teríamos certamente ganho :)

A partir de amanhã, começarei a explicar com mais pormenor as actividades e o ritmo diário da vida na base.

Picture
Monitorização dos movimentos de terreno em Crater Lake.
Picture
Estudo da erosão das plataformas rochosas usando o dispositivo TMEM
Picture
A caldeira da ilha Deception num dos raros momentos de sol
Picture
Eu e o Jim a hastear as bandeiras de Portugal e dos Estados Unidos com os militares e investigadores que estão na base.
 


Comments

03/24/2011 00:46

So, when the government of France awarded him the Volta Prize for inventing the telephone, he combined this monetary award with the money hye made from selling the patent on another invention to establish the Volta Bureau in Washington, D. C. . Its purpose was to fund research on deafness. Today, it is called the Alexander Graham Bell Association. Its role has been changed to providing the latest information to the deaf of the world on how best to cope with their disability.

Reply
03/25/2011 19:23

Words have a magical power. They can bring either the greatest happiness or deepest despair; can transfer knowledge from teacher to students words enable the orator to sway his audience and dictate its decisions .Words are capable of arousing the strongest emotions and prompting all man's actions , Do not ridicule the use of words in psychotherapy.
Sigmund Freud, German Psychiatrist 

Reply



Leave a Reply

    Picture
    Gonçalo Vieira é coordenador do Grupo de Investigação em Ambientes Antárcticos do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa (CEG/IGOT-UL) e relatará neste blogue a sua experiência como responsável pela campanha PERMANTAR-2. Este projecto, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, tem permitido a Portugal manter actividades regulares na região da Península Antárctica e a consolidar o seu papel internacional no estudo do solo permanentemente gelado (permafrost) e das consequências das alterações climáticas sobre ele.

    O PERMANTAR-2 é um projecto português que envolve parcerias com a Argentina, Brasil, Bulgária, Espanha e Estados Unidos da América.
    Picture

    Picture

    Picture

    Picture

    Arquivos

    February 2011
    January 2011
    December 2010

    RSS Feed