Picture
Equipa PERMANTAR-2 em Crater Lake a abrir buraco no permafrost.
Ilha Deception, Base Antárctica Espanhola Gabriel de Castilla
10 de Janeiro de 2011

Mais um dia na ilha Deception. Como sempre, o despertar é às 7h30 ao som da musica escolhida pelos "marias", nome dado a quem está de serviço na base durante o dia. É um serviço rotativo, que começa bem cedo, pelas 7h00, para preparar o pequeno-almoço. Segue-se a limpeza de toda a base, ajudar no almoço e, mais tarde, no jantar. Os "marias" só têm descanso mesmo, pelas 11h00 da noite, depois de toda a base estar pronta para o dia seguinte. Neste momento estamos 21 pessoas na base, pelo que a cada período de cerca de 10 dias, lá teremos que ficar de serviço, em conjunto com um colega. Eu e o Jim ficaremos, mais uma vez, no próximo dia 14. Digamos, que a vontade é pouca...além de que esse será um dia de trabalho perdido.

Hoje foram-se embora dois colegas que estavam desde o início da campanha, bem como um azarado grupo de chilenos que só cá esteve 2 dias, apesar de o período planeado ter sido de 10 dias. Atrasos sucessivos no voo Punta Arenas - Ilha King George devido ao mau tempo (o mesmo voo que esperámos no dia 30/12) fizeram com que a campanha se tivesse encurtado de forma drástica. Na Antárctica o estado do tempo manda.

Ontem à noite fez-se uma festa de despedida aos companheiros antárcticos, que se prolongou com emoção e karaoke pela noite dentro.

Os trabalhos de hoje de manhã centraram-se no transporte de cerca de 500kg de equipamento para a área de Crater Lake, local onde vamos instalar um gerador eólico para alimentar os instrumentos de monitorização. Aproveitei ainda para testar o DGPS, enquanto o Jim e o Marc abriram alguns buracos para estudar as características do solos. Pela tarde, subimos a Crater Lake e começámos a abrir o buraco para o gerador usando um martelo percursor. O objectivo era também estudar as características do solo gelado e o modo como o gelo nele se distribui. Foi com entusiasmo que conseguimos perfurar cerca de 20 cm de solo congelado... até que o gerador avariou... Debaixo de alguma neve, trazida por um vento de sudeste, regressámos à base ao final da tarde, discutindo os resultados do dia.
 


Comments

09/05/2013 22:22

Great blog, enjoyed browsing through the site

Reply



Leave a Reply

    Picture
    Gonçalo Vieira é coordenador do Grupo de Investigação em Ambientes Antárcticos do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa (CEG/IGOT-UL) e relatará neste blogue a sua experiência como responsável pela campanha PERMANTAR-2. Este projecto, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, tem permitido a Portugal manter actividades regulares na região da Península Antárctica e a consolidar o seu papel internacional no estudo do solo permanentemente gelado (permafrost) e das consequências das alterações climáticas sobre ele.

    O PERMANTAR-2 é um projecto português que envolve parcerias com a Argentina, Brasil, Bulgária, Espanha e Estados Unidos da América.
    Picture

    Picture

    Picture

    Picture

    Arquivos

    February 2011
    January 2011
    December 2010

    RSS Feed